sábado, 22 de novembro de 2008

indecisão.


não sou criança.
sei que tu me queres...
mas não demonstra.


...você me ama?!
então me prova esse teu amor por mim!
não tente me iludir com palavras bonitas...
seu galanteador barato!


se queres namorar comigo...
peça-me.a resposta será a única solução.


não ponha palavras em minha boca, beijando-me...
pois suborno é crime!
e eu não pagarei sua fiança.


decida-se logo!
meu mundo não gira ao seus pés...
aliás, a minha paciência está esgotando, amado.


e se ela esgotar, sinto muito em dizer-te isso...
mas só restarão algumas poucas palavras a serem ouvidas:
demorou? perdeu!
outrora, faça por merecer.

Nenhum comentário: