sábado, 19 de dezembro de 2009

amar-te em segredo.




queria poder te dizer tudo o que sinto

mas tenho tanto medo de te perder, de te assustar.

sou louca por você, apaixonada!

não paro de pensar em você há semanas...

conto os dias, horas, minutos, só pra te ter por perto novamente.

sentir teu corpo no meu, teu cheiro, tua boca...

você me faz bem, eu preciso de você comigo.

não sei o que fazer, muito menos o que falar

vou deixar o tempo passar, mas eu não queria te perder de novo,

é muito ruim ter quem você gosta, longe dos teus sentimentos.

só queria uma chance de te mostrar o quanto posso te fazer feliz,
vamos seguir em frente nessa?
juntos nós poderemos mais.

sabe o que eu sentia por você anos atrás?

reascendeu, como um passe de mágica.

durante um dia eu queria pensar só um pouco menos em você,

ou prestar atenção em outras coisas...

mas não, tudo o que faço e penso está ligado em você.

inúmeras palavras estão surgindo em minha mente,

mas nenhuma ordem em que eu colocá-las, serão suficientes para te mostrar ao menos um pouco da metade do que eu estou sentindo por você.

e com essas e outras palavras eu crio forças, e confesso às paredes...

eu amo você.

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

questiono-te


esperar por você?
para quê?
você está com outra, não é?
como eu soube?
porquê pergunta?
estás com medo de algo?
ou que talvez eu desista de você?
sabia que paciência tem limite?
e que meu sentimento por você acabou?
pois é, acabou...
assim como esse poema.

aos meus futuros filhos























vocês serão bem diferentes das outras crianças.
não serão ridicularizados ao som de Xuxa na infância,
muito menos assistir musicais infantis.
para quê tudo isso?
vamos assistir desenhos não recomendados para menores de idade!
a trilha sonora do início de suas vidas será ao som de bandas alternativas.
vocês devem estar pensando que sou louca não é?
mas não, não sou.
sou apenas uma mãe tentando modificar os clichês infantis.
criando assim, novas normas e novos costumes para meus filhos,
que estão no futuro, e eu aqui no passado, quero pra eles tudo o que lutei para conseguir.
nunca esqueçam, a mamãe é a favor das loucuras!

de verdade


estou com você,
aqui, hoje e sempre,
pro que precisar.
seja você sofrendo ou sorrindo.
caso haja algo que tente nos afastar,
nem vai adiantar,
porque hoje em dia existe a tecnologia,
com ela eu uso e abuso e mato um pouco da saudade que sinto de você.
e se eu gosto de você?
claro, eu amo você.
mas porquê?
porque somos amigos,
amigos de verdade.

Poema Dedicado à: Almir Neto

sábado à noite






















olhares tentadores,

conversas ousadas,
barba rala passando em meu rosto,
mordidas sensuais,
beijos intensos,
mãos pelo meu corpo,
desejos incessantes,
estímulos delirantes,
uma volta ao passado cheia de saudades,
com um gosto de quero mais,
e de levar adiante tudo isso...
pode acontecer em uma noite de sábado.

sábado, 28 de novembro de 2009

A Passagem















às vezes penso em fechar os olhos e nunca mais acordar,

não acho que consigo vencer o futuro,
responsabilidades que tenho que cumprir sem ao menos querer,
dor sem ferida, vergonha sem ocasiões, loucura com sanidade...

mas não consigo deixar tudo de lado por uma fraqueza qualquer,

então encontrarei forças, motivações para seguir em frente,

e da decadência chegarei ao ponto máximo da felicidade.

poema feito por: Neto Lima e Fabrícia Maciel

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

você gosta?













gostar.. um sentimento bem indeciso.

"gosto desse, gosto dessa, gosto daquela, gosto disso, gosto dele..."
que tal não gostarmos mais de nada?
não?
ou talvez, aprendêssemos a gostar do que realmente valha a pena.
que sugestão mais inútil essa minha!
mas é uma solução para sentimentos que não são recíprocos,
a ausência dessa troca, resulta o sofrimento.
... sendo assim, o que acha da minha sugestão logo acima?

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

não sinto


não sou sensível ao toque, nem ao beijo, nem à dor.
você me abraça e o que sinto são apenas braços encostando em mim.
se você me beija, momentos depois, sinto como se nada tivesse acontecido.
e me bater? fique à vontade... dor não sentirei, garanto-lhe.
tente de tudo, e nada vai adiantar...
pois não sinto, apenas.

terça-feira, 24 de novembro de 2009

des-espero.















e no meio dessa multidão não sei o que fazer.

pessoas esperam por algo que não começa,

gritos estridentes penetram nas entranhas dos meus ouvidos...

não aguento isso, preciso sair!

mas por onde sair?
se em todos os lados que olho, vejo milhares de pessoas desesperadas por algo que não tem começo e muito menos fim.

então, por aqui ficarei.

sem ter o que fazer, e sem saber o fim disto.

sábado, 14 de novembro de 2009

mais um no navio.


















mais uma vez, como sempre não dá certo.
lágrimas caem dos meus olhos, músicas me fazem chorar.
não suporto mais isso, vou parar com tudo, meu mundo vai parar.
tudo vai mudar, sentimentos não existirão mais.
nada que eu faço é valorizado, e quando é, não é do jeito que eu queria.
eu quero muito encontrar alguém que realmente me queira da mesma forma que eu quero.
com esses e mais motivos, é que eu me despeço do mundo dos apaixonados, do amor, de qualquer coisa que me deixe com frio na barriga, ou que acelere meu coração quando vejo um certo alguém.
boa sorte aos navegantes do navio da ilusão.
porque eu estou recebendo as boas vindas no navio dos desacreditados do amor.

terça-feira, 10 de novembro de 2009

sou, nós.


sou uma poetisa, escrevo meus poemas a fim de demonstrar, desabafar o que sinto.
sou uma eterna apaixonada, sempre disposta em tentar te conquistar.
sou teimosa, não por pirraça, mas sim para chegar até o fim, mesmo que o cansaço seja insuportável.
sou feliz, pois tenho pessoas em minha vida que são indispensáveis, que têm o dom de fazer com que meu sorriso se torne mais feliz ainda.
sou triste, fico um mar de saudade, quando a falta dos que já se foram bate forte, machucando o peito.
sou uma verdadeira louca, gosto de dançar e rir sem motivo, de correr sem direção, pular, cantar, gritar.. e não ligo para o que vão pensar de mim.
sou uma simples garota, que entre tantas qualidades e defeitos, quer acima de tudo ser feliz, independente do lugar, da hora, do momento, do dinheiro, ou de qualquer outro bem material e imaterial que possa existir.
enfim, sou apenas uma pessoa que tenta se auto-descrever em versos baratos.

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

apenas vem.














meus olhos já eram seus, minha atenção já era sua, já te queria pra mim.

quando fiquei em seus braços, me senti leve, totalmente entregue.

ao som de uma simples banda, nós dançamos.

carinhos, beijos, abraços, brincadeiras, entre outras coisas, me fizeram ver que era você que eu tanto procurava para me fazer feliz.

não sei o quanto mede, nem tão pouco a duração, mas quero aproveitar enquanto é tempo.

não sou boa com rimas, mas neste pequeno verso, te peço:
vem pra mim?

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

fome.















o arroz sem sal, é uma delícia,

o macarrão mesmo seco, fica uma maravilha!
o feijão queimado é inevitável não comer,
a carne seca e dura transforma-se em filé mignon!
essa refeição má temperada, é um ótimo convite para os esfomeados.

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

príncipo















eu te espero o tempo que for.
se você estiver ao meu lado, nada mais importa, pois o que sinto por você faz com que tudo ao nosso redor desapareça, e que só permaneçam nós dois.
não sei o que fazer para te conquistar, mas de você eu não desisto.

te quero além da amizade, preciso do teu amor, da tua sinceridade, ter tuas mãos nas minhas, sentir teu cheiro, ver teu sorriso, o teu olhar...
só você, sem saber, tem o dom de ser a razão do meu bem-estar.

por favor, não faz isso comigo...

vem pra mim, eu te juro que amor não vai faltar.
eu te amo.

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

duas caras.
























só de pensar que perdi todo esse tempo contigo,
me dá até frio na espinha.

não sei o que eu tinha pra acreditar que daria certo!

foram os dois meses mais esperados da minha vida...
e quando chega na hora H você sem mais nem menos some.

mas é assim que a gente aprende, você mentiu pra mim.

e eu feito uma boba, acreditei.
só não quero que você venha com explicações e desculpas esfarrapadas...

não quero que você olhe mais na minha cara.

apenas finja que eu não existo,
porque pra mim, você já não existe mais.

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

sensualidade





ser sexy, não é ter dinheiro...
nem tão pouco beleza.
mas sim saber usar todo seu charme.
nada vulgar, por favor!
apenas seja o que você é.

sonhos.
















quando eu crescer,
vou morar em uma casa em frente ao mar!
nada de prédios, nem o estress do dia-a-dia...
somente a calmaria do mar,
o barulho das ondas quebrando a beira mar,
a luz do sol ao amanhecer,
o brilho da lua ao anoitecer,
e a leve brisa a tocar meu corpo.

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

camelo, boa sorte em sua nova viagem.


pensei que teria um começo, meio e fim...
mas não, tivera apenas começo e fim.
fico feliz por sua felicidade, mas triste com sua atitude.
alguns dias sem nos ver, e aparece outra pessoa e nos dispersa.
tudo bem, se essa foi sua escolha, o máximo que posso fazer, é aceitar...
pois nada mais posso fazer.

domingo, 30 de agosto de 2009

camelo.


quero tanto te ter ao lado meu...
morro de saudades do teu beijo, do teu sorriso, do teu abraço, do teu cheiro...
vem pra mim?
mas, vem pra ficar!
vem pra tornar meu sorriso mais feliz.
preciso de ti...
sei que devo ir com calma, estou indo...
por isso escrevo esses poemas para você.
com o intuito de que eu desabafe tudo o que trago em meu peito.

ausência.


tua ausência deixou-me sensível.
sinto falta de você.
estou mal, por que você não vem me consolar?
escuto nossa música e sinto um vazio dentro de mim.
vejo fotos nossas e lágrimas de saudades caem dos meus olhos.
queria tua presença em vários momentos, mas não tenho.
três dias que não vejo você, para você, pode parecer pouco, mas não é.
antes nos víamos com freqüência, então, por que não continuamos do mesmo jeito?
não sei o que aconteceu, nós estamos bem um com o outro, mas essa sua ausência, me deixou vulnerável à coisas que antes eu conseguia controlar.
nós estamos namorando, sei disso.
mas não parece.

coisas da vida.


Ando tão apaixonado, entediado, cansado, chateado, feliz...
Apaixonado por quem me faz feliz todos os dias...
Apaixonado por quem sinto saudades durante a semana...
Apaixonado de um modo repentino, mas ao mesmo tempo sou feliz.
Entediado com essa falta do que fazer...
Entediado com essa falta de saídas...
Entediado por depender de outras pessoas.
Cansado de ficar sentado...
Cansado de coisas monótonas...
Cansado dessa vida comum.
Chateado por coisas que já passaram...
Chateado por não estar valorizando o que fazem por mim...
Chateado com essa minha preguiça.
Feliz porque finalmente encontrei minha cara-matade...
Feliz porque eu a amo com toda sinceridade.
Feliz porque sei que minha vida é perfeita!

Enfim, eu o amo.

sábado, 29 de agosto de 2009

você me paga!


Aqui se faz, aqui se paga.
Quando precisar da minha ajuda ou de algo meu...
Irei dizer-te um não.
Porque é só isso o que sabes me dizer.
Não sou de guardar rancores.
Mas quando é preciso, eu guardo.
Um dia, você vai se arrepender e sentir na pele tudo o que você me fez passar.
Não me arrependerei, e muito menos sentirei pena de ti.
Você tem pena de mim quando me nega algo?
Tenho certeza que não.
Porque eu também não sentirei.

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

nova rotina.

Quero sair!
Não aguento mais essa vida de ficar em casa.

Não quero mais esses finais de semana assistindo TV.
Quero diversão, beber, rir, dançar, gritar...
Tomar um banho de mar...
Jogar tudo pro ar...
Sem me preocupar com horários especulados!

we play?


Forca das cordas malditas.
As regras são quase as mesmas do jogo formal...
Mas, em vez de desenharmos o bonequinho em uma folha, você será o bonequinho.

A cada letra errada, o desafiante amarra cordas em alguns membros escolhidos de modo aleatório com nós cegos, prendendo a sua circulação sangüínea.
Mas, nesse jogo, não é apenas uma palavra e sim uma frase, na qual você só tem 10 chances de acertar.

Se você errar a frase, será enforcado.

Se você acertar, dependendo de sua sorte, sairá são e salvo.

você está pronto para arriscar a vida? Sim? Então, boa sorte.

domingo, 23 de agosto de 2009

camelo.


é, tou na tua.
pensei que fosse só um breve passatempo, mas não...
me apeguei mesmo!
fico nervosa quando te vejo, minhas pernas ficam bambas quando você fala ao meu ouvido uma palavra sequer, quando passo um minutinho longe de ti já bate uma saudade...
não sei o que você fez, ou o que tenho, mas não consigo parar de pensar em você.
como isso aconteceu? não faço a mínima idéia.
mas sei o quanto é bom o sabor de gostar novamente.
preciso do teu sorriso para me fazer sorrir, do teu olhar para me deixar envergonhada, do teu abraço para meu aconchego, preciso de você para a minha total felicidade.
você me faz bem, eu tenho consciência de que o que sinto por você não é nada passageiro e muito menos ilusão, quero você ao meu lado até quando nos permitirem.

sábado, 22 de agosto de 2009

apenas volta.


Dias monótonos.
Não quero sair, não quero beber, não quero nada além de sua presença.
Não estou preocupada, pois, confio em você.
Quero apenas que esses dias passem logo!
Não vejo a hora de ver-te chamar meu nome, de te beijar, de te abraçar, de dizer-te o quanto amo você...
Enfim, te ter ao meu lado novamente é o que eu mais quero, porque a saudade que sinto, não passa, por mais que eu tente, ela não passa.
Volta logo.
Te espero.

saudade.


antes um choro de ciúme.
hoje um choro de saudade.
não agüento mais essa saudade, vem logo me ver!
acaba com essa minha angústia... por favor!
te imploro, vem matar essa saudade?

domingo, 26 de julho de 2009

apenas uma noite


quando estou com você,
um calor me sobe as pernas,
confunde meu juízo,
me deixa nervosa,
tenho vontades absurdas,
desejos excitantes,
a adrenalina pulsa em minha corrente sanguínea,
meu coração acelera,
o suor molha meu vestido...
sinto suas mãos passarem em meu corpo,
e a vontade de te possuir não para,
mordo os lábios de desejo,
pressiono teu corpo ao meu...
percebo que estás sentindo as mesmas coisas que eu!
paro pra sentir o teu cheiro,
a tua vontade,
o teu desejo de penetrar em mim como se estivesse me completando,
eu sinto você dentro de mim, dá pra sentir que estamos em total sintonia!
eu vejo seu rosto repleto de prazer,
se transformar com um sorriso de paixão,
me tocando e dizendo para que eu fique com você nesta noite de amor.

terça-feira, 16 de junho de 2009

novamente, aqui, eu e você.


reconciliação.
o mundo gira, e tudo pode mudar... assim como mudou.
você antes desprezou e hoje valorizou.
é incrível o nosso amor, o qual pensei que não existisse mais.
você volta, e mexe com minha cabeça, balança meu coração, e confunde meus sentimentos alheios.
estou bem, você me faz bem, você se tornou tudo e algo mais para mim.
não me vejo sem você.você deu um novo sentido para minha vida.
nós nos completamos, é como dizem: os opostos se atraem.
não me deixa, não me faz sofrer tudo o que eu sofri como da primeira vez.
porque dessa vez é pra valer.

sábado, 6 de junho de 2009

resolvi...


Resolvi te olhar mais um pouco.
Resolvi perceber o quanto tu és bonita.
Resolvi dizer o quanto te amo.
Resolvi prestar mais atenção nos teus detalhes.
Resolvi ter mais tempo para ti.
Resolvi sonhar contigo toda noite.
Resolvi cantar ao teu ouvido.
Resolvi olhar as estrelas contigo.
Resolvi confiar em você.
Resolvi sentir teu corpo.
Resolvi sentir o sabor do teu beijo.
Resolvi mudar.
Resolvi esquecer meu passado e viver meu presente contigo.

vento

Bons ventos trazem notícias sobre você.
Eles gritam teu nome em meus ouvidos, sussurram tua saudade...
Estava lendo suas cartas, mas o vento as espalhou pela casa...
E em cada lugar que as encontro, lembro-me dos momentos em que estivera ao lado meu.

terça-feira, 2 de junho de 2009

Uma breve crítica musical


Poluição sonora...
Não são todas as músicas que agradam meus ouvidos.
Detesto aquelas músicas que as pessoas gemem mais do que cantam, músicas desse tipo são extremamente péssimas!
Ópera, odeio.
Qual é o prazer de você escutar uma pessoa berrando com a voz grossa ou talvez aguda demais?
Não entendo.
Ela é um tipo de música dos "nobres"...
"Nobres" o caralho!
São um bando de pessoas cheias de falta do que fazer:
"Vou sentar-me na frente da lareira e escutar uma boa ópera..."
Ah, conta outra!
Voltando ao assunto...
Todos os dias de manhã, minha mãe liga a rádio, na estação onde passam músicas digamos que, "calmas"...
Não gosto de nenhuma música que toca nessa rádio.
A maioria são internacionais e quando são nacionais, podem ter certeza que são as piores que já compuseram.
Pra falar a verdade eu sou eclética, por incrível que pareça!
Depois de eu ter falado dessas outras acima, não tem como acreditar, não é?
Pois é, mas é a pura verdade...
Podemos dizer que sou uma eclética crítica.
Gosto de todas as músicas, mas as critico quando preciso.
Esse texto não se parece com os outros que fiz...
Pois esse é um texto de opinião, opinião bem crítica pra falar a verdade.
Pra finalizar, só um aviso:
Procurem conhecer outros tipos de músicas.

A espera.


Faz três dias que não o vejo.
Sinto saudades dele.
Meu coração bate forte quando lembro da sua presença que quase sempre, era vista em minha casa.
Queria ser prioridade em sua vida.
Não sempre, mas de vez em quando poderia ser bom.
Nesses três dias que não o vi, eu o esperei.
Não me canso de esperar por ele.
Espero que ele venha hoje.
E hoje, não vai ser diferente dos outros dias...
Tomarei um banho às 18:00 e ficarei esperando por ele...
Na esperança de sua chegada, continuarei esperando-o.

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Uma chance

É tempo de mudança, amadurecimento e confiança. Dar mais valor ao que tenho, preservar sentimentos verdadeiros, acreditar e confiar em todos ao meu redor! Está na hora de fazer valer a pena cada segundo vivido e os que eu ainda irei viver com ele. Nada mais vai deixar-me insegura, confiarei mais em mim e nele, claro. Farei de tudo para que esse relacionamento dure.

Pois quero sempre tê-lo comigo e não perdê-lo.

Não vai ser como da última vez, que disse que mudaria e nada mudou... Dessa vez vou mudar, prometo! É só acreditar na minha palavra para sermos felizes.

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Nosso Amor


Sou a pessoa mais feliz do mundo quando me dizes: Eu te amo!
O teu beijo, teu toque, teu olhar, tudo em ti me fascina.
Fico feliz que mudaste um pouco desse seu jeito.
Fico feliz porque eu também mudei um pouco do meu jeito.
Vamos esquecer do que falam!
Vamos viver nosso amor...
O qual me faz sorrir, me faz chorar, me faz querer-te cada vez mais.

terça-feira, 6 de janeiro de 2009

Apenas te comendo com os olhos...


Estava pensando em...
Paquerar você.
Te olhar, te desejar, querer saber o teu gosto.
Se a troca de olhares fosse bem sucedida, falaria com você.
Ou depois de uma boa conversa...
Te beijaria, iria sentir teu cheiro, te colocaria entre meus braços...
Mas eu estava apenas pensando em fazer isso.
Porque na verdade eu estou apenas te comendo com os olhos.