terça-feira, 24 de novembro de 2009

des-espero.















e no meio dessa multidão não sei o que fazer.

pessoas esperam por algo que não começa,

gritos estridentes penetram nas entranhas dos meus ouvidos...

não aguento isso, preciso sair!

mas por onde sair?
se em todos os lados que olho, vejo milhares de pessoas desesperadas por algo que não tem começo e muito menos fim.

então, por aqui ficarei.

sem ter o que fazer, e sem saber o fim disto.

Nenhum comentário: