quinta-feira, 16 de setembro de 2010

logo eu...


que achava não ser capaz de amar novamente,
que estava indiferente de um mundo que antes, era meu.

que não se sentia confiante o suficiente para acreditar em alguém,
que nunca mais havia cogitado a possibilidade de encontrar por quem esperava para ser feliz...


logo eu, que descobri que sou capaz de amar,

que abri os olhos para um novo mundo,

que aprendi a ter confiança em mim, e em meu próximo.

logo eu, que te encontrei,
que sou feliz contigo,

que não conseguiria viver sem ti.


logo eu, que amo você.

Nenhum comentário: