quarta-feira, 6 de julho de 2011

nosso estranho desamor.

e eu?
que fiz tudo por você,
que te perdoei quando eu mais queria te esquecer.
que te amei, e te amo desde o primeiro sorriso.
que estive sempre presente em sua vida.
e você?
que nada fez por nós,
que não valorizou nenhuma atitude minha,
que mentia para mim desde a primeira conversa.
que repentinamente some da minha vida, sem deixar vestígios.
deixando em mim, apenas uma infinidade de saudade.

Nenhum comentário: