domingo, 29 de janeiro de 2012

O amor em carne e coração.


Quando eu parar de ser otimista
de me apaixonar perdidamente,
de me arriscar,
de viver pro amor,
de respirar saudade,
de suspirar lembranças,
de mergulhar de cabeça nos relacionamentos,
e de acreditar que aquela pessoa que conheci ontem pode ser o amor da minha vida...

Meu coração cessará seus batimentos.

Nenhum comentário: